Várias produções LGBT são premiadas no Globo de Ouro 2019

'Bohemian Rhapsody', 'The Green Book', 'A Favorita' e 'O Assassinato de Gianni Versace' estão dentre as vencedoras

Publicado em 07/01/2019
Filmes e séries gays venceram o Globo de Ouro 2019: Rami Malek por Bohemian Rhapsody e Darren Crissi por Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story
Rami Malek e Darren Criss foram premiados fazendo um ícone gay e um assassino gay

Várias produções com temática LGBT foram premiadas no Globo de Ouro 2019, realizado no domingo 6, em Los Angeles, Estados Unidos.

Curta o Guia Gay Brasilia no Facebook

Na seara de cinema, Bohemian Rhapsody surpreendeu ao bater Nascer uma Estrela como melhor drama. O filme, que conta história da banda Queen, também rendeu a Rami Malek, que interpreta Freddie Mercury, a estatueta de ator de drama.

Mais
>>> 'A Favorita' lidera indicações a prêmio de críticos LGBT

O mais premiado da noite, The Green Book: O Guia, tem um personagem, vivido Mahershala Ali, identificado como gay, apesar do longa não deixar claro. O filme faturou os prêmios de melhor comédia/musical, roteiro e ator coadjuvante (Ali).

Olivia Colman foi eleita melhor atriz de comédia/musical por A Favorita, longa que trata de um triângulo amoroso entre as personagens dela e de Rachel Weisz e Emma Stone.

Nas categorias de TV, O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story foi eleita melhor minissérie/telefilme e deu a Darren Criss a estatueta de melhor ator por interpretar o serial killer Andrew Cunanan.

A produção, idealizada e dirigida por Ryan Murphy, conta a história do assassinato de um dos maiores nomes da moda em todos os tempos, o estilista Gianni Versace, em 1997.

Gay assumido, Ben Whishaw, faturou como ator coadjuvante por A Very English Scandal, série sobre relacionamento homossexual que abalou a carreira de um deputado britânico.

Também com conteúdo LGBT foi a série vencedora de melhor atriz, Killing Eve, que rendeu estatueta a Sandra Oh. Na semana passada, noticiamos que a produção teve cenas lésbicas vetadas pela companhia de aviação Emirates.

Lady Gaga levou prêmio como melhor canção (Shallow) pelo filme Nasce uma Estrela, mas perdeu o Globo de atriz de drama para Glenn Close, por A Esposa, a premiada mais ovacionada da noite.

Dois filmes sobre personagens homossexuais saíram de mãos vazias: Poderia Me Perdoar? e Boy Erased: Uma Verdade Anulada.


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.