Dom PC vence Mister Leather Brasil e vai a concurso internacional

Disputa realizada pelo bar Eagle e com apoio do Guia Gay São Paulo chega ao segundo ano

Publicado em 10/04/2018
mister leather brasil 2018 dom pc
Vencedor é conhecido em todo o Brasil dentre os adoradores de homens que usam couro

O fim de semana foi de disputa e muito couro em São Paulo. A causa foi o concurso Mister Leather Brasil 2018, realizado pelo e no bar Eagle São Paulo, na Bela Vista, um dos hot spots gays da capital paulista. 

Curta o Guia Gay Brasilia no Facebook 

O vencedor foi Dom PC, muito reconhecido no meio leather do Brasil. Com a faixa de vitorioso, ele se gabarita a representar o País no Mister Leather International, que será realizado no fim de maio em Chicago, Estados Unidos. A passagem será dada pela agência de turismo LGBT Viaje Entre Iguais. 

Foram quatro concorrentes, todos conhecidos por seus nomes adotados como personas no meio leather, tradição dos adeptos à adoração ao couro: Dom PC, Deh Leather, Kake (pronuncia-se cóqui) e Marioguy. 

mister leather brasil 2018 dom pc kake marioguy deh leather
Disputa teve desfile de jock strap. Da direita para esquerda: Dom PC, Marioguy, Kake e Deh Leather

A maratona começou na quinta-feira 4 na Castro Burger com desconstraído encontro dentre os pleiteantes ao título, realizado pelo segundo ano consecutivo no País, e amigos. 

Na sexta, já no bar Eagle, a disputa teve perguntas do júri aos concorrentes e bem animado desfile de jock strap. O sócio-proprietário do Guia Gay São Paulo, Welton Trindade, fez parte dos avaliadores. O guia é um dos apoiadores do evento. 

Dentre as questões feitas estiveram o início pelo desejo por homens usando couro, como avaliam a cena leather no Brasil, o que falariam na disputa internacional e o que fariam no ano como Mister Leather nacional. 

No sábado 6, outra bateria de exibições para avaliação. Foram a vez de discurso final e desfile de full leather (traje completo). No total, foram dadas 5 notas, quatro pelo júri e uma pelos internautas. 

Médico e com 37 anos, o paulistano Dom PC afirmou que ser eleito representante da comunidade leather brasileira é gratificante, mas o título traz também responsabilidade grande e carga de trabalho considerável. 

"Meu propósito como Mister Leather Brasil é lutar pela maior visibilidade da comunidade leather e fetichista, a fim de desmistificar preconceitos e desconstruir ideias deturpadas sobre nossa cultura", disse o vencedor ao Guia Gay São Paulo.

Sobre a chance de vencer a etapa internacional, Dom PC revelou ser realista. "Neste contexto atual é mínima", diz. "Primeiramente porque é o segundo ano que o Brasil será representado neste evento, ou seja, já tem muita gente que tradicionalmente vem trabalhando nisto há anos, tanto que tenho acompanhado as longas e sólidas campanhas que os candidatos ao IML (International Mister Leather) têm feito."

E continua: "É uma grande desvantagem para nós brasileiros o fato de que o IML será de 24 a 28 de maio, ou seja, fazer uma boa campanha internacional em apenas um mês. Porém, como bom brasileiro que não desiste nunca, apego-me a esta mínima probabilidade de vitória, utilizando este evento como um portal de projeção internacional da comunidade leather brasileira."

Sobre as estratégias para tentar a vitória, Dom PC adianta: "Estou planejando algumas ações voltadas à prevenção de DST/Aids neste período e eventos junto à comunidade leather. Porém, como disse, o tempo é muito curto para uma boa campanha."

Dom PC e Dom Barbudo: vencedores do Mister Leather Brasil em 2018 e 2017, respectivamente
Dom PC junto a Dom Barbudo, o vencedor da edição 2017 do concurso

 


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.