Gay idoso é acolhido em Goiás e depoimento emocionante viraliza

Publicitário Victor Spíndola teve posts com 10 mil compartilhamentos ao abordar história do amigo

Publicado em 07/09/2020
Gay idoso em Goiás ganha homenagem emocionante no Twitter
Abandonado pela família, idoso foi acolhido por amiga em Goiás. Foto ilustrativa

Depoimento em apenas cinco posts consecutivos viralizou no Twitter ao tratar de um tema ainda tabu, a velhice de pessoas da comunidade LGBT.

Curta o Guia Gay Brasilia no Facebook

Na série de mensagens, o publicitário Victos Spíndola fala sobre Carlos, um amigo de sua mãe que jamais foi aceito pela família por ser gay.

"Guerreiro" e já aos 60 anos, ele passou no vestibular para cursar Matemática na Universidade Federal do Tocantins (UFT).

Cozinheiro, Carlos sonhava ser professor e adorava estudar. Mas ele descobriu-se portador do Mal de Parksinson, doença degenerativa que o fez voltar para seu Estado natal, Goiás.

Ele foi acolhido pela família de Victor. "Nos últimos cinco anos, um dos quartos da casa virou o quarto do Carlos, minha família o acolheu, mas na verdade Carlos é que mudou tudo ali."

"Carlos sempre acorda às 5h. Hoje minha mãe entrou no quarto às 8h preocupada porque ele tava dormindo demais, mas ele já estava morto. Perdemos hoje um pedaço da nossa família", lamentou  Victor.

A "thread", postada no domingo 6, já ganhou mais 120 mil curtidas e quase 10 mil compartilhamentos

.


Parceiros:Lisbon Gay Circuit Porto Gay Circuit
© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.