Fluminense rejeita homofobia de Fellipe Bastos, do Vasco

Fala anti-gays do atleta teve repercussão negativa e o fez se desculpar

Publicado em 18/02/2019
Fellipe Bastos é rechaçado após fala anti-gays
Jogador divulgou pedido de desculpas e chamou sua homofobia de 'brincadeira'

O Fluminense divulgou comunicado em suas redes sociais repudiando a fala homofóbica de Fellipe Bastos, do Vasco.

Curta o Guia Gay Brasilia no Facebook

Após conquistar a Taça Guanabara, no domingo 17, pelo Vasco (em vitória de 1 a 0 contra o tricolor), o volante Fellipe Bastos gravou um vídeo que se espalhou pelas redes sociais.

Nas imagens, o atleta, que estava no banco de reservas da partida, canta:: "Série C do c...Vai tomar no c... Time de viado. Time de viado". 

O Fluminense escreveu: "Sexualidade é diversidade. A intolerância não pode ter mais espaço na nossa sociedade. O Fluminense é um #TimeDeTodos, como todo clube deveria ser. E lamenta que alguns ainda deem lugar para o preconceito."

 

Após a repercussão negativa, Fellipe tentou se desculpar de sua fala anti-gays, que ele chamou de "brincadeira". 

"Gostaria de pedir desculpas às pessoas que se sentiram ofendidas por aquele vídeo que está viralizando na internet. Pedir desculpas à instituição Fluminense também, deixar bem claro que não tenho nada contra classe nenhuma, gostaria também de pedir desculpas a todas essas pessoas que se sentiram ofendidas, nasci e fui criado num futebol onde podia brincar, com alegria, mas foi um momento em que extravasei e atrapalhei um pouquinho. Peço desculpas a todos, espero que entendam e parem de ameaçar minha esposa, meus filhos, eles não têm nada a ver com isso".


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.