Lady Gaga, Troye Sivan e filmes LGBT concorrem ao Globo de Ouro

Importante prêmio de Hollywood indicou 'Bohemian Rhapsody' e 'Boy Erased' dentre outros

Publicado em 06/12/2018
Lady Gaga, Troye Sivan e Boy Erased: filmes gays indicados ao Globo de Ouro 2019
Lady Gaga, Troye Sivan e Lucas Hedges foram indicados ao Globo de Ouro 2019

Vários artistas e produções LGBT foram contemplados nas indicações ao Globo de Ouro 2019, anunciadas nesta quinta-feira 6.

Curta o Guia Gay Brasilia no Facebook

O prêmio, entregue pela Associação de Correspondentes Estrangeiros em Hollywood (HFCA, na sigla em inglês) é um dos mais importantes para o cinema e a televisão e importante indicador para o Oscar.

Lady Gaga recebeu duas indicações por Nasce uma Estrela. A loira concorre como melhor atriz de drama e melhor canção (Shallow) pelo filme em que interpreta uma cantora em ascensão. A música é a mesma que está atualmente em 2º lugar no Top 30 Gay Brasil, ranking das canções mais tocadas nas pistas LGBT do País.

Em 2016, Gaga ganhou o Globo de Ouro mas em outra categoria, a de melhor atriz de minissérie ou telefilme por American Horror Story: Hotel.

Vários longas com foco em personagens LGBT concorrem ao prêmio. Uma surpresa foi Bohemian Rhapsody, em cartaz no País, indicado como melhor filme/drama. O longa sobre a formação do Queen também deu a Rami Malek indicação de melhor ator de drama.

Poderia Me Perdoar? disputa melhor atriz para Melissa McCarthy, como uma escritora lésbica, e melhor ator coadjuvante para Richard E. Grant, que vive seu melhor amigo gay.

A Favorita conquistou indicações para as três atrizes cujos personagens se envolvem em um triângulo amoroso: Olivia Colman (melhor atriz de comédia/musical) e Rachel Weisz e Emma Stone (ambas disputam melhor atriz coadjuvante).

Boy Erased: Uma Verdade Anulada, sobre um garoto enviado a uma clínica de "cura gay" pelos pais também surpreendeu. O longa deu a Lucas Hedges indicação a melhor ator de drama e ao cantor assumidamente gay Troye Sivan a melhor canção (Revelation).

Outros LGBT lembrados foram: nas telas, Mahershala Ali por Green Book: O Guia, e na vida real, Lin-Manuel Miranda, por O Retorno de Mary Poppins, indicados, respectivamente, a melhor ator coadjuvante e melhor ator de comédia/musical.

Os vencedores serão conhecidos em 6 de janeiro em cerimônia em Los Angeles.


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.