Calendário Drag 2019 tem lançamento em Brasília

80% da renda da folhinha irá para entidades que atendem mulheres cis, transexuais e travestis

Publicado em 19/11/2018
Calendrag 2019: Calendário Drag é lançado em Brasília
Edição 2019 do calendário homenageia mulheres cis e trans

Formado por drag queens do Distrito Federal, o Coletivo Distrito Drag lança, nesta terça-feira 20, o Calendário Drag 2019

Curta o Guia Gay Brasilia no Facebook

Na primeira edição, em 2018, os meses representavam lutas transversais à experiência de ser drag queen no Brasil, como a luta contra a aids, consciência negra, religiosidade, orgulho, política e democracia.

Já na presente edição, os meses trazem drag queens homenageando mulheres que contribuíram com a política, a cultura e a história. O material é uma construção inteiramente colaborativa de designer, fotógrafos e drag queens.

O Calendrag 2019 conta com publicação que acompanhará o calendário, o livreto "Arte Drag Queen: mulheres cis&trans do Calendrag 2019" que traça um breve histórico de cada personagem retratada no calendário, bem como fotos dos ensaios que resultaram na folhinha.

Algumas das homenageadas são Elke Maravilha, Janaína Dutra, primeira travesti portadora de carteira profissional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Madame Satã e Marielle Franco.

Do valor arrecadado com a venda, 80% será revertido para organizações de atendimento às mulheres cis e trans. As organizações beneficiadas serão a União Libertária de Travestis e Mulheres Transexuais (Ultra) e Casa Frida, que acolhe mulheres vítimas de violência. O restante será utilizado para projetos do Coletivo Distrito Drag.

O evento é gratuito e será realizado no Museu Nacional da República, às 19h. O calendário estará à venda por R$ 50.


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.